GuiaDaGestante #2: Entenda a importância​ da vacinação neste período!​

É fundamental também a ultrassonografia obstétrica inicial que determina, entre outros aspectos, a data da gestação, desenvolvimento do embrião (e sua localização:​ intrauterina ou ectópica), e o número de embriões (gravidez única, de gêmeos ou mais).​

E não acabou! É importante, como de praxe, fazer exame​
de urina
, principalmente para diagnosticar possível infecção urinária e identificar a presença de proteínas, um fator associado ao desenvolvimento de pré-eclâmpsia.​

Caso haja recomendação clínica, pode ser solicitado também exame citopatológico de colo de útero, de fezes e secreção vaginal.

Exames do  trimestre:

  • Aqui temos a ultrassonografia morfológica (que é feita tanto no fim do  primeiro trimestre – 11ª a 14ª semanas – quando, agora, no segundo – 22ª a  24ª) para avaliar as estruturas e condições do feto, incluindo malformação  congênita e sexo do bebê.​
  • É importante, ainda, (entre a 24ª e a 28ª semanas) teste de tolerância 
    para  glicose, de acordo com a glicemia apresentada pela mulher e risco para  diabetes.​
  • É realizado também o acompanhamento da pressão arterial (quando  
    inadequada está ligada a complicações como trabalho de parto prematuro,  pré-eclâmpsia e eclâmpsia).

Clínica Linda

@clinica.linda
@drmarcosginecologista
(61) 3368-3779 | (61) 99239-7270